Sonho de consumo

Apesar de ter deixado um pouco de lado os cartões, essa é minha verdadeira paixão!! E há MESES eu estava de olho na Corner Chomper da We R Memory Keepers, que é uma ferramenta de arredondar cantos (eu tenho uma da Tonic, mas não gosto nada, porque muitas vezes não corta direito e acaba estragando o papel). E a Chomper é super simples de usar, deve ser porque é irmã da Crop-a-dile… Eita família indispensável!!
Assim que não resisti quando a minha chegou hoje diretamente de Cosmópolis, e fui brincar um pouquinho!! Claro que não podia faltar carimbos e distress, adorei distressar com a carimbeira do Tim Holz!! E um dos carimbos da Goodies que usei cabe direitinho dentro do furador, ideal pra fazer tags!! Contei pra vocês que conheci a Ju Tonin na feira?!?? Ela é um amorzinho, e nem preciso falar dos carimbos, né??
- Retalhos de papel
- Carimbos da Goodies
- Furador redondo Marvy Uchida 1 1/2″
- Carimbeira Staz On Fuchsia Pink
- Carimbeira Brilliance Dew Drop Rocket Red
- Carimbeira Distress Ink Walnut Stain da Ranger
Da mesma forma que nenhuma carimbeira mais vale a pena depois de colocar as mãos numa Staz On, posso dizer que os carimbos da Goodies são uma delícia, estou encantada!! Fica aqui a dica, quem nunca usou experimenta e depois me conta!!
Um beiinho!!

Ferramentas – Slice

Meu mundo ficou muito mais divertido depois que eu conheci a Slice. Comentei com minha amiga Karla que queria comprar uma máquina para cortar figuras e a que eu conhecia era a Sizzix. Nem sei como explicar o que é: os modelos são uns placas com os desenhos (facas) que você compra separadamente, tem um mais lindo que o outro, mas são caríssimos! Daí você tem que passar essa placa com o papel embaixo (na verdade fica que nem um sanduiche) no meio de um rolinho compressor, que aperta a faca contra o papel fazendo um corte perfeito! Também existem placas que fazem texturas no papel, é um barato. Sei que minha explicação não foi lá grandes coisas, assim que sugiro olhar os vídeos do youtube ou visitar o site http://www.sizzix.com/.
Mas a Karla me falou uma coisa certa: as placas são fixas e o tamanho dos desenhos é sempre o mesmo. Então ela me apresentou à Slice, seu brinquedinho favorito, e agora o meu também! A Slice é uma máquina pequena e leve, muito fácil de usar. Tem um cartão de memória com desenhos, letras, números e palavras, que você vai comprando por separado, mas que tem uma vantagem incrível: dá pra escolher o tamanho! A maioria dos desenhos varia de 2 a 4 polegadas, pulando de meia polegada. E alguns começam em uma polegada, bem pequenos! A máquina já vem com um cartão e todos os apetrechos para começar a usá-la, o que facilita as coisas quando aquela coisinha chega às suas mãos!
Para cortar, você espalha a cola especial na base de vidro e DEIXA SECAR! Isso é muito importante, pois essa cola é só para manter o papel no lugar enquanto a máquina faz o corte, e se não estiver seca, vai melecar o papel! Depois que secar, você coloca o papel e pressiona toda a superfície, coloca a máquina exatamente sobre a base de vidro, insere o cartão de memória, escolhe o desenho, o tamanho, segura bem a máquina e inicia o corte! Ela vai fazer um barulho bem estranho enquanto corta, mas é assim mesmo. Quando acabar, é só levantar o papel com cuidado para não amassar (às vezes ele gruda muito!) Dá pra usar conectada à tomada ou só com a bateria, que tem autonomia de uma hora mais ou menos (depois ela começa a falhar no corte e é melhor ligar na tomada)
É legal adquirir também o kit de ferramentas, que contém uma espátula (ótima para descolar o papel), um suporte para espalhar a cola (que é melhor que o que vem com a máquina), uma tesoura, pinça e outros apetrechos legais. E existe também um estojo para guardar os cartões de memórias e seus “guias rápidos”, uns livrinhos com os desenhos, letras, números e palavras que estão naquele cartão, ótimo para deixar tudo arrumadinho e sempre à mão.
Enfim, Slice é tudo de bom e eu recomendo!

Ferramentas – Cortando círculos

Outra ferramenta bastante prática e útil é a que corta círculos. A da We R Memory Keepers é legal porque é magnética, ótima para ser usada com a base!! Dá pra ajustar o tamanho do círculo desejado, facilíssima de usar, porque o centro fica “preso” e é só girar o braço pra fazer o corte. Recomendadíssima!!

A coleção também inclui uma guilhotina, mas eu particularmente não achei muito prática, porque para fazer cortes “sensíveis” é complicado. Ou seja, quando você precisa cortar algo bem rente e ainda aproveitar o outro lado do que está cortando, é melhor usar a régua magnética e fixar o papel com ímãs. Desse modo, o corte sai mais exato e você consegue separar exatamente as cores dos dois lados do corte, sem deixar rebarbas.

Ferramentas – Base de corte, furadores

Naquela primeira aula percebi que haviam algumas coisas essenciais que eu precisaria ter para começar meu novo hobbie. O principal, a base de corte. Auxiliada pela Lu, a professora (um encanto de pessoa, muito paciente, tirou todas as minhas dúvidas!), acabei escolhendo uma magnética da We R Memory Keepers, e recomendo. Ela vem com uma régua que também tem ímã, prendendo perfeitamente o papel. E prender o papel é muito importante na hora de fazer o corte, para não errar a reta. Porque não tem coisa pior que estar cortando e a régua mover ou o papel correr.
Durante a aula, utilizamos uns furadores muito bacanas que tinham formas variadas, e acabei comprando alguns. Os que eu mais gostei foram os da Marvy Uchida. Mas a verdade é que depois que você começa a fazer os trabalhos isso fica muito limitado, porque é necessário ter um furador para cada desenho e tamanho, e eles são caros! Não me desfiz dos meus, mas hoje utilizo outras técnicas de cortar papel também. Alguns dos que eu tenho:
E claro, papéis! Muitos papéis! Nesse primeiro dia procurei escolher temas de menino para montar o álbum do meu pequeno, que está sendo feito aos poucos (como é difícil selecionar e imprimir fotos, são tantas!). Mas também tinha muito rosa, vermelhos e marrons. Enfim, um pouco de cada coisa pra começar a brincar. Depois papssei na palearia e comprei cola em bastão (para casos especiais), fita dupla-face (que é o melhor para colar papel, você não termina com os dedos todos sujos), fita banana (ela é altinha e dá sensação de relevo), um estilete, régua grande, régua pequena… E mãos à obra!