Desafio # 49 do ATC

Bom dia todo mundo!! Hoje eu vou mostrar pra vocês o cartão que fiz para o desafio desta quinzena do Addicted to Cards: usar doodles! Acho a coisa mais linda e escolhi um carimbo e uma fitinha com balões de aniversário, onde as cordinhas dão voltinhas fofas, como os doodles!!

Carimbo Hampton Art para os doodles, carimbeira Pretty Colors em forma de bastão (ideal quando você quer escolher apenas uma parte do carimbo, como foi o caso), cupcake Goodies, carimbo Basic Grey para o título, carimbeira Distress Ink Spiced Marmalade, borda adesiva da Graffons e Corner Chomper.
Um ótimo domingo para todos!!
Hello everyone!! I made this card for Addicted to Cards Challenge. Just loved the colors, hope you like it!!
Lots of kisses, have a wonderful sunday!!

Cartão quadrado

Oi pessoal!! Apesar de ter feito bastante scrap nessas últimas semanas, ando perdendo o prazo dos desafios por causa das fotos!! Isso mesmo, depois de terminar o projeto bate aquela preguicinha e penso “Tiro a foto e posto amanhã…” Mas daí “amanhã” aparece mais coisinhas pra fazer e acabo deixando as fotos de lado.

Esse cartão fiz para o desafio do Addicted to Cards (que passou do prazo) e para o Blog dos Desafios.

Usei papéis Graffons, furador de borda da Fiskars, furador complexo de borboleta e carimbo de alfabeto da TEC, carimbeiras Distress Ink na cor Walnut Stain e Dew Drop na cor Pixie Dust. Ahhh, também usei a Corner Chomper, que estava bastante abandonada, tadinha!

Beijocas a todos!!

Hello!! I’m getting too tired to take pictures of my latest scrap projects, so I promise I will spend the whole week posting them, ok??
Lots of kisses!!

Sassy Saturday Tips, Tricks and Tutorials

Bom dia pessoal!! Essa semana foi minha vez de trazer dicas e PAPs para o Sketches in Thyme. Decidi falar sobre a Distress Ink, utilizando o PAP do post que fiz na segunda. Vocês já estão por dentro da técnica, mas quem quiser ver com detalhes de como fiz esse cartão, dá um pulinho lá no blog!!

Beijocas!!
Ótimo fim de semana!!

I made this card for Sketches in Thyme tips and you can find the tutorial there!!
Hugs and kisses, have a bright weekend!! 

Técnicas de Scrap # 5 – Distress Ink com Emboss

Oi gente!! Estou completamente apaixonada pelas Distress Inks do Tim Holtz!! É incrível a quantidade de coisas que dá pra fazer com elas, as cores são lindas e os efeitos surpreendentes!! Vou mostrar pra vocês como fazer um fundo super original.
Como a Distress Ink é à base d’água, dá pra criar efeitos lindos borrifando água diretamente no trabalho ou em uma superfície onde a gente aplica a carimbeira e depois esfrega o papel. Difícil de visualizar?!?? Então vem comigo!!

Você vai precisar de um carimbo para fazer o desenho do fundo (eu usei um da Prima que vai chegar na lojinha semana que vem!), carimbeira branca, pó para emboss branco…
… folha de acetato (pode ser transparência), uma ou mais cores da Distress Ink e Spray Colors da True Colors. Eu usei o Spray Colors porque ele tem um brilho que no final aparece no trabalho, mas dá pra usar só a Distress Ink em várias cores.
Carimbe o desenho escolhido em um cardstock branco (papel 180g), aplique o pó para emboss, retire o excesso e aqueça. Vai ficar assim:
Carimbe com a carimbeira diretamente sobre a transparência…
 .
.. e misture o Spray Colors, borrifando água logo depois. Eu fiz cada cor por separado:
 
 
Agora, aplique o papel branco com a parte do emboss para baixo e esfregue. Levante de vez em quando para ver onde falta tinta e continue aplicando o papel na tinta até que o resultado esteja de seu agrado.
Agora é só esperar secar! Também dá pra secar com o aquecedor de emboss, o efeito fica mais bacana porque o ar vai “empurrando” a tinta ainda molhada deixando tudo muito misturado! Só toma cuidado para não queimar os dedos!! E esse é o resultado, ideal para aplicar em LOs e cartões.
É de se apaixonar, né?? E se você quiser saber um pouquinho mais do que dá pra fazer com a Distress Ink, dá uma olhadinha nesse vídeo do Tim Holtz. Existem MUITOS outros no YouTube, divirtam-se!!!
E para não perder nenhuma novidade, siga-nos no Twitter @scrappiness e no Face!! 
Muitos beijos, até a próxima!!
Hello beautiful people!! I’m completely in love with Tim Holtz Distress Ink and ALL his videos, I spend hours watching him and trying to put everything on practice (I wish I had a 50-hours day!!) It’s so much information!! Today I pick this emboss technic to share with you, I hope you enjoy the step-by-step. But go visit him at YouTube, it’s a worthwhile tour!!
Hugs and kisses!!

Desafio #9 do ATC – Addicted to Cards

Essa semana a proposta da Luciana Murta no ATC foi fazer um cartão com tag. Não conhecia o trabalho dela e fiquei babando!! E as meninas não ficaram para trás, um mais lindo que o outro!!

Adoro forrar chipboard, assim que decidi fazer o tag assim. Para guardá-lo, nada melhor que um envelope velho, desses já usados e abertos, rasgadinho na ponta. Uma carta! Mas aí pensei que queria colocar o envelope em um bolsinho, mas ao escolher o papel, quis que aparecesse a abelhinha rosa (eu posso com essa pessoa?!?? – ora bolas, um papel tão bonito e todo escondido pelo envelope?? – Tico e Teco, outra hora, estamos no meio do post!!)

(….) Depois de pensar em como faria, porque um corte com o estilete ficaria muito sem sal, decidi fazer um rasgadinho. Mas já viu, me empolguei e quando vi estava tudo rasgado, carimbado, distressado…. Aff…. Menos o tag, que ficou bem protegido “da passagem do tempo” (a-ham, leia-se “dos meus dedos nervosos”), guardadinho dentro do envelope.

O papel fofo da abelhinha é da Cosmo Cricket (onde está Wally – bem em cima do “ss” do Guess) e o papel do tag é da nova linha da TEC (pra quem conhece, forrei o outro lado com o verso do papel). Florzinhas desenhadas com canetinha hidrocor (não é acid-free, gente - Karlinha que não ouça isso, me trucida!), carimbo Imaginisce e carimbeira Distress Ink Vintage Photo.
Um beijinho a todos!
P.S. – Desculpem as bobagens, mas a tarde hoje foi maravilhosa e ainda estou sob os efeitos das gargalhadas. Amanhã eu volto pra contar!!

Técnicas de Scrap #2 – Carimbeiras

Gente, esse negócio de carimbo vicia!! É tanta coisa que você pode fazer com um carimbo e uma carimbeira que o assunto vai render vários posts. Quanto mais eu penso e vou experimentando, mais coisas eu descubro! E um pouquinho disso vai ficar aqui pra vocês…

Existem muitos tipos de carimbeiras e cada uma delas é melhor para uma ou outra técnica. Porque além de carimbar, você pode usar a carimbeira para distressar, colorir, emendar um emboss na carimbada… Enfim, tudo ao gosto do freguês. Aqui estão algumas das carimbeiras que eu utilizo, mas existem muitas outras que ainda não experimentei.
A Pretty Color é o que se pode chamar de marca nacional, é bem mais barata que as importadas e é comercializada pela TEC. Tem de várias cores e eu gosto muito de usá-las para distressar bordas e “sujar” as páginas, porque são muito práticas de segurar quando não se precisa de muita precisão. Também uso muito para o relevo quente (hot emboss – falo sobre isso outro dia!) porque demoram um pouquinho pra secar. A opção de “lápis” é legal pra marcar detalhes e misturar cores, em vez de carimbar em uma cor só e colorir depois (com lápis de cor aquarelável, por exemplo).
A caixinha quadradinha ao lado é da We R Memory Keepers e a verdade é que são pouco práticas, mas só descobri isso depois de ter comprado 3 de uma vez em uma importação que fiz. A carimbeira é legal, as cores são lindas, mas o sistema de prender a almofadinha é que deixa muito à desejar, porque solta muito fácil. A idéia é boa: utilizar o quadrado maior como bloco de acrílico (reparem que vem até com as marcações!), mas as carimbeiras não ficam presas e transportar na mão é praticamente impossível.
Essas a seguir são um luxo, as rainhas das carimbeiras, e valem cada centavo pago. A Distress Ink é da Ranger, uma marca excelente, e como seu nome indica é usada para distressar ou criar um efeito de “usado” no carimbo. Além disso, é uma carimbeira à base de água e pode ser usada dessa forma para criar efeitos incríveis no papel. A StazOn é da Tsukineko, japonesa, de secagem altamente rápida, com um acabamento perfeito e que pode ser aplicada em plástico, metal, vidro, cerâmica, couro e, claro, papel. Precisa dizer mais?
Essas gotinhas são apaixonantes, não só pela gama de cores, mas porque são hiper-práticas de segurar. E com a ponta, dá pra aplicar em detalhes. Gosto de usar pra fazer relevo quente (hot emboss), e também são da Tsukineko.
 Mas vamos ao que interessa: carimbar! Adoro colorir esse buquê de flores com as carimbeiras-lápis da Pretty Colors. Para a palavra, escolhi a carimbeira de gota na cor vermelha. Desculpem a foto terrível, foi a última antes de acabar a pilha da máquina ontem à noite…
 E esse jogo de carimbos também é bem legal, escolhi uma cor pastel para o fundo, para um efeito esfumaçado…
… e depois apliquei a StazOn no desenho, para um acabamento perfeito!
 E esse foi o resultado! Notem que o buquê ainda pode ser “preenchido” depois com lápis de cor aquarelável, o efeito fica lindo! Mas isso vou deixar pra Rosana porque…
 … semana passada as meninas lá do Five Bees fizeram uma proposta bem diferente: troca de carimbadas! E aqui um pouquinho do que minha dupla, a Rosana, vai receber!
E agora alguns detalhes:
Carimbando – Aplicar a carimbeira sempre com “pancadinhas”, apertando a cada vez pra deixar a tinta. Se você esfregar a carimbeira no carimbo, a tinta não fica uniforme e isso se nota muito quando o carimbo tem uma área considerável (como as borboletas cheinhas da foto acima).
Usando as carimbeiras – Lembrar de tampar sempre entre uma carimbada e outra, porque carimbeira aberta é carimbeira seca! Fora que existe sempre o risco de sujar papéis e outros materiais que eventualmente “pousem” sobre uma carimbeira aberta…
Limpando os carimbos - Eu uso lencinhos umedecidos Baby Wipes logo depois de usar o carimbo e recomendo, principalmente se vou utilizar o mesmo carimbo para carimbar de novo com uma nova cor. E faço isso SEMPRE imediatamente depois de usar a StazOn, porque como sua secagem é ultra-rápida, essa carimbeira costuma manchar o carimbo e depois já era! No final do trabalho, lavo todos os carimbos com água e sabão, passando uma escovinha pra tirar todos os resíduos de tinta.
Guardando as carimbeiras – De cabeça pra baixo, pra superfície ficar sempre umedecida e a tinta espalhar bem sobre o carimbo quando for usar.
Por hoje é só, pessoal.
Para não perder nenhuma novidade, siga-nos no Twitter @scrappiness e no Face!! 
Até a próxima!