#sextacriativa – Topo de Bolo

Como vocês viram na postagem da festinha do meu filhote, cuidei de tudo nos mínimos detalhes. Fiz até o bolo e sua decoração!! Sobre o bolo eu conto depois, vamos começar pela decoração. As artes foram encomendadas com a Melina e o Raphael, das Carinhas Personalizadas. Assim eu pude preparar todos os detalhes e hoje vou mostrar como fiz o topo do bolo. Para fazer o seu, é só escolher o tema e acompanhar!!
Imprima a imagem principal em uma folha de papel A4 180g. A minha eu fiz na gráfica e usei papel couche 230g. Você vai precisar também de uma folha de papel pluma, que é o que vai dar o suporte.

Recorte a imagem. Com um lápis ou uma caneta, marque no papel pluma o contornodo recorte.

Depois, com o estilete, faça o corte. Não precisa ficar perfeito, basta você cortar por dentro da marcação. Assim, o acabamento é dado pela imagem e não pelo suporte. ;)

Separe cuidadosamente. Acho que o papel pluma é o primo rico do isopor, fiquei apaixonada!!

Cole a imagem no papel pluma usando uma cola específica para papel, para não enrugar a imagem.

Pressione a imagem durante alguns minutos…
… e voilá!! Use palitos de dente para prender no bolo.

#sextacriativa é uma iniciativa do Assim, Sim!
Para conhecer um pouquinho mais e participar também, clique aqui.
Bom fim de semana pra vocês!!
Um beijo,
Va

Uma festinha especial

Quando meu filho disse que queria que sua festa fosse do Pequeno Príncipe, fiquei encantada! Adoro cuidar de cada detalhe de suas festas e esse tema me emociona desde sempre. Pra mim, “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas” é a máxima da minha vida e se aplica também nesse trabalho paralelo que eu realizo com festinhas infantis: cativar sonhos, fazendo com que se tornem realidade. Nossa festinha foi em casa, para a família e alguns amiguinhos, e teve outra na creche. Com cupcakes, brigadeiros de copinho e lembrancinhas personalizadas.
Eu já tinha imagens fofas do Pequeno Príncipe, mas para tornar o evento ainda mais especial, encomendei a carinha dele com a Melina e o Raphael, das Carinhas Personalizadas. Sou fã há muito tempo (foi a Melina que fez a marca d’água das minhas fotos) e pensei que seria a ocasião perfeita para retratá-lo de forma única! Encomendei também um carimbo com o nome dele, já pensando nas diversas personalizações que eu poderia fazer para a festa. E depois, ficaria para o pequeno, de lembrança, pra que ele pudesse colocar seu nome e sua carinha em tudo o que quisesse. Como toda encomenda especial que se preze, veio embalada com muito carinho. E ele, quando viu o carimbo, exclamou: “Mamãe!! É o Pequeno Príncipe!! De óculos!! Sou eu!!!!” Foi de derreter o coração!! Justo o que eu queria, que ele se visse retratado ali, nos detalhes da festinha que eu faria só pra ele.
A mesa ficou assim:
Pra fugir da sacolinhas comuns, aproveitei o carimbo para pesonalizar as lembancinhas das meninas e dos meninos em azul e rosa. Para elas, um estojo de maquiagem. Para eles, um carrinho de fricção. E para ambos, um saquinho de balas, um pirulito, um ímã de geladeira, um tubete de brigadeiro e um jogo da memória, tudo personalizado. Os tubetes quem fez foi minha cunhada, Fabi Juliani.

O bolo fui eu que fiz. E você também pode fazer! Prometo ensinar como nas próximas semanas, fiquem de olho nos posts da #sextacriativa!!

Sou louca por cupcakes, reais e digitais, e como estou preparando alguns projetos com eles, me animei a fazê-los todos! Minha madrinha e eu passamos uma tarde na cozinha preparando quase 100 cupcakes para as duas festas! Depois de rechear e começar a decorar com o marshmellow, meus dedos já não obedeciam e ela terminou a decoração. Ficaram lindos… e deliciosos!!
Sim, coloquei a carinha dele em tudo o que pude!!

E esse é ele, todo tímido tirando retrato. O topo do bolo também fui eu que fiz, e de novo, vem por aí em alguma #sextacriativa.

Essa foi a decoração do terraço: bolas brancas e azuis, essas últimas com estrelinhas brancas. Bolas metalizadas de estrela nas mesas em um copo branco com bombons, balinhas e pirulitos.

As fotos foram feitas pelos meus tios, Antonio De Bonis e Fortunato De Bonis, que também é meu dindo. A festinha foi na casa dele e da minha madrinha (a dos cupcakes).
Um beijo e até os próximos posts de festinha!!

Festa da Sininho

Não tem coisa melhor do que, um ano depois, uma cliente te escrever dizendo “Oi Vanessa, eu de novo! Adorei as artes que você fez pra mim no ano passado e esse ano quero fazer de novo com você!!”. Sorriso de orelha a orelha, rs… Foi assim que a Tatiane recomeçou o nosso contato e essas são as artes que eu preparei pra ela com muito carinho:

Festa Pizza

Juro que fiquei com água na boca depois de fazer essas artes!! Cada vez mais mamães me procuram para decorar as festinhas de seus filhotes que já não são tão filhotes assim. E é claro que rapazes e mocinhas também merecem festas fofas preparadas com carinho, não é mesmo?? Essa também teve prendedor de guardanapos, rótulo para os copos e até jogo americano, tudo com o nome dos convidados, todo um detalhe!!

Festa Safari

A Elaine me pediu algumas artes com o tema Safari. Eu só tinha 3 convites na loja, assim que resolvi fazer mais amostras para incrementar esse tema tão fofo. Aproveitei pra colocar as várias menininhas disponíveis (repararam na cor dos cabelinhos, rs??), um charme! E isso é o que você encontra por lá:

Festa das Fadas

É incrível como a gente acaba se realizando nas escolhas dos nossos pequenos! Esse ano o tema da festa do Pedrinho será o Pequeno Príncipe (que eu adoro de paixão!) e às vezes eu penso como seria bom preparar uma festinha para uma menininha!! 
Ainda bem que eu não preciso ter uma para me realizar nesse sentido, rs!! Graças a clientes como a Andrea, tive a oportunidade de criar essas artes fofas com todo o rosa e turquesa que deu vontade!! No ano passado a Andrea fez o convite da Valentina comigo e esse ano me deu uma agradável surpresa ao encomendar esse tema encantador!

Detalhe: turquesa é minha cor favorita desde criança. Eu tinha aquela caixa de 36 cores da Faber Castell e não sabia como se chamava aquela cor, assim que batizei de “cor bonita”. Era sempre a primeira a virar cotoquinho, de tanto que eu usava! Pois é, entre caixas de lápis de cor nasceu uma scrapper, rs…